A quarentena e a minha vizinha

Nesta quarentena, como não podíamos sair de casa, a minha vizinha vinha-nos entregar o pão todos os dias. Era tão bom e tão quentinho que, eu e o meu irmão gémeo, o Gonçalo, assim que terminávamos a tele-escola, íamos a correr comê-lo, esfomeados. A minha mãe até dizia que parecia que não comíamos à uma semana:).

Ela agora já não o pode trazer ( já não está em layoff, acho que é assim que se diz) porque já está a trabalhar, mas como é muito simpática e carinhosa, também anda a fazer máscaras para os vizinhos e, assim, veio-nos entregar cinco máscaras, uma para cada um da nossa família. Nós todos já tínhamos, exceto o meu irmão David, o mais pequeno,de 5 anos, porque não havia nenhuma que lhe coubesse. Então, a minha vizinha, preocupada, fez-lhe uma à medida da cara dele e com atilhos. Mesmo assim, ele não gosta muito de a usar.

Esta é a história da minha quarentena….

Olá, sou a Laura. Gosto muito de cantar, dançar e patinar. Sou muito "perguntadora" e adoro aprender.
Artigos criados 6

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo