A Transformação da azeitona em azeite

A azeitona é o fruto de uma árvore chamada oliveira.
 As oliveiras existem sobretudo no Alentejo.
A oliveira floresce na primavera e o fruto começa a formar-se, passando da cor verde (no verão) a negra quando é apanhada (final do outono ou início do inverno).
A apanha da azeitona pode ser feita à mão, como nós fazemos na quinta, (abana-se a oliveira com uma vara e as azeitonas caem) ou através de meios mecânicos (máquinas que fazem vibrar as árvores).
As azeitonas são depois transportadas para o lagar em caixas abertas de madeira e não em sacos, porque assim não fermentam e não se estragam.
No lagar as azeitonas são lavadas e as folhas são separadas.
É recolhida uma amostra, para ser enviada para um laboratório, onde é analisada e assim sabemos qual é a acidez do azeite.
Para que o azeite fique bom, as azeitonas ficam 24 horas em água, num tanque grande ( é chamada salmoura).
A azeitona é triturada e fica como uma pasta ou massa (chama-se moenda).
Esta pasta é batida e aquecida numa termo batedeira.
A gordura da azeitona começa a sair mas tem ainda que se fazer a extração, ou seja, a separação da parte sólida (chamado bagaço) da parte líquida (o azeite misturado com alguma água). Isto pode ser feito por pressão, como antigamente (sem mistura de água ao mosto oleoso), o que torna o azeite mais puro, ou por centrifugação, (com mistura de água ao mosto), com ajuda de máquinas.
Por fim, o azeite é armazenado até ser usado ou vendido.
O armazenamento é feito entre os 15 e os 18 Graus. A casa tem que ter paredes altas e ser um pouco escura e também não pode ter maus cheiros (humidade) para não estragar o azeite.
E pronto, agora só falta chegar à nossa mesa. Adoro azeite com pão de alho!
                       Diana Pinto
Olá, eu sou a Diana mas os meus amigos chamam-me Didi. Adoro tocar violino, nadar e brincar.
Artigos criados 4

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo